Coletivo Duas Marias, No princípio era Deusa

R$ 2.900,00Preço

Obra No princípio era Deusa  2015 | Série Se Fosse Você |

Fotografia Fine Art

Dimensão: 60x90 cm 

Acabamento Metacrilato 

 

Bienal Internacional de Curitiba 2015
“SE FOSSE VOCÊ...”
(Performance/Instalação)
O coletivo Duas Marias com o conjunto “...se fosse você” aborda um único tema: a luz humana. Essa luz interior é elucidada de uma forma a enaltecer figuras marginalizadas, que por meio da arte, vêm romper as amarras socialmente impostas que por anos as têm inferiorizado.
Em Duas Marias a linguagem é interativa, já que será possibilitada à participação dos apreciadores junto à exposição, cujos se colocarão nos papéis dos incontáveis desafortunados que, de forma notória ou oculta, contribuíram com o processo histórico. As artistas desnudam de forma singular as mazelas humanas, a loucura, a desumanidade, a depressão, o abandono, o cárcere, a clausura, por meio de vestes que carregam consigo história e pesares. Porém, é importante salientar que os sofredores na obra revividos têm tal força superior, que mesmo diante de um contexto de insanidade e de dor, projetam divinamente sua luz ao mundo. As obras buscam a reflexão do público e da crítica em relação aos historicamente menosprezados e julgados, a “culpada” primeira mulher e os seres humanos esquecidos, os quais se farão vivos refletindo todo fulgor de suas significâncias.
Curador - Brugnera
Texto - Cíntia Abreu

 

Sobre o Coletivo Duas Marias 

Coletivo Duas Marias é formado pelas artistas Malu Rebelato e Nani Nogara que trabalham em parceria.
O trabalho das artistas localiza-se entre o registro documental histórico e o imagético, mantendo um diálogo com a literatura e a vida real da mulher contemporânea. Criam situações e personagens arquetípicos, que são fotografados em meio a cenários idealizados pelas próprias artistas, numa mistura de realidade e utopia, sendo que as personagens são sempre encarnadas por uma delas.
Buscando inspiração na história da arte, utilizam-se da estética de distintos períodos artísticos, como o claro/escuro do barroco, os cenários metafísicos de “De Chirico” ou os temas simbólicos do romantismo. Imagens que evocam seres oníricos e mitológicos, ou que remetem às pinturas de “Delacroix” e também à antigas estátuas gregas; cenas e expressões de loucura que relembram antigas feiticeiras e correntes que remetem à prisões psicológicas e pressões sociais.
É um trabalho que questiona crenças, hábitos, convenções sociais e enfatiza os motivos que impulsionam as mulheres pela vida; sensações, crenças, sentimentos, experiências, trabalho, desejos e sonhos.

 

Veja mais obras https://www.galeria33.com/2marias

 

Sobre a Série 

A Exposição “Se fosse você...” é uma obra, altamente polifônica, que nos permite compreender os movimentos de confronto da sociedade do século XXI, que aprisiona a mulher em crenças, hábitos, convenções sociais e culturais. Os materiais: duras correntes que agrilhoam à mulher a papeis femininos, as quais ela arrasta consigo no seu desejo de libertar-se. As coleiras, com que a mulher é atada, remetem às imposições culturais de uma sociedade cada vez mais impiedosa. Entretanto, os aprisionamentos sofrem uma ruptura. Numa cruz que representa o Cristo Crucificado, há uma mulher também crucificada, toda manchada de pintura. Rodeiam-na seus materiais de trabalho, aquele castigo dogmático que a obriga a carregar sua cruz: “ganharás o pão com o suor de teu rosto”, contudo, no seu rosto aparece uma enorme gargalhada. Estas mulheres do coletivo Duas Marias nos querem dizer alguma coisa. A loucura, a velhice, o preconceito, a dependência, o abandono, diferentes vozes femininas entram em confronto com as imposições sociais e culturais que se alastram historicamente sobre a mulher. Aqui entram vozes de dominação, vozes que reprimem, vozes que rejeitam, e vozes que libertam. Aqui entra a altura, o diapasão, o timbre, a categoria estética, o poético, o dramático. Aqui entra ainda, a ideologia, o destino, o diálogo. O coletivo Duas Marias entra neste diálogo como voz. Participa das imagens reiterando a presença do sujeito-mulher e sua profunda interação com o momento de transformação do papel da mulher na sociedade do século XXI. Não só com seu trabalho artístico, também, com seu destino como mulher e toda sua individualidade e com sua própria voz.
Texto – Dra. Patrícia Virginia Cuevas Estivil

 

 

GET IN TOUCH

We'd love to hear from you

Nós do Grupo 33 gostariamos de

agradecer nossos apoiadores

Conheça outras iniciativas do Grupo33

Rua Bento Gonçalves, 33B
Joinville - Santa Catarina - Brazil, 89216-110
Tel: +55 47 3027-1826 | 99277-2016 (whats) 

contato@galeria33.com

Logo 1.png
LOGO 33WORKSTUDIO.jpeg
whatsapp-pink.png
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black TripAdvisor Icon
  • YouTube
edinar 4 (2).JPG
WhatsApp Image 2019-04-15 at 13.41.58 (1
convite expo kolb.png
foto fachada.jpeg

© 2014-20 | Grupo 33