top of page
Jean smekatz

Jean Smekatz

  Jean Smekatz, nasceu em Rio Negro - PR, em abril de 1995. Logo quando nasceu, sua mãe Solange Endler foi transferida para lecionar no interior de Mafra - SC, na qual seu pai Sebastião Smekatz, comerciante, morava com seus familiares. Filho único de pais trabalhadores, aos 12 anos, muda-se com a mãe para o centro urbano da cidade, na qual sua vida artística tem início em grupos de teatro da casa da cultura e escolas de dança. Estreou peças de Shakespeare e Gil Vicente, além de apresentações de dança contemporânea em diversos festivais, como o Festival de dança de Joinville e mostra Paranaense de dança. Em 2012, almejou estudar Dança na FAP/PR, mas lesionou seu joelho em uma coreografia intitulada “Pesadelo”, o que meses depois foi a razão para deixar os palcos. Atento e criativo, foi ao cursar bacharelado em Design na UNIVILLE, que o jovem mudou-se para a maior cidade do estado (Joinville) e começou a explorar novos horizontes. Foi na transferência para Design de Moda que uma nova fase começou, sendo denominada pelo próprio como o “despertar para a Moda”, o que viria a ser sua segunda grande paixão depois da arte. Resultando no seu primeiro contato com história da arte, com a vivência artística, as conexões, a criação do seu próprio repertório e o pensamento de pesquisa do fazer artístico. Ao se formar, abordando a arte minimalista como ponto de partida para produção de moda, em sua tese de conclusão de curso, o designer inova ao idealizar um espaço de cultura contemporânea e de economia criativa compartilhada. No projeto, que se intitulou Híbrido Concept, Jean foi um dos idealizadores e com sua bagagem e aptidão acabou desenvolvendo um desmembramento chamado “garagem 274”, um espaço de arte contemporânea onde também exerceu a direção artística das exposições da mesma. Em paralelo desenvolveu e participou de inúmeros outros projetos que envolvem arte, cultura, design e moda, sendo um deles marcante e curioso, o carnaval. Trabalhando em uma das escolas de samba mais antigas de Santa Catarina, a Príncipes do Samba, o então “artista-designer” desenvolveu como carnavalesco: roupas, acessórios, adereços, fantasias, alegorias e demais roupagens artísticas desse universo. Hoje, Smekatz desenvolve um trabalho de marketing conectando o mercado à marcas de luxo nacionais e internacionais, possuindo assim em seu portfólio diversos clientes como Tiffany & Co., Dolce & Gabbana e Fendi. O jovem artista, possui a determinação e a sensibilidade necessárias para desenvolver sua poética artística no cenário latino americano tendo como raiz suas vivências pessoais e culturais.

COLETIVO+CULT

  TERRITÓRIO

Em sua performance-instalação, Smekatz nos leva a uma jornada sensorial através de um cenário carregado de simbolismo e significado. O varal de roupas, as lâmpadas vermelhas e as bacias contendo terra/lama de diferentes regiões do Brasil formam um palco onde se desenrola uma narrativa íntima sobre identidade nacional, história e experiência humana. A obra convida o espectador a refletir sobre as interações entre o homem e o ambiente, entre memória e realidade, entre passado e presente.

IMG_20240406_173227.jpg
IMG_20240406_173237.jpg

Artista : Jean Smekatz

Título: TERRITÓRIO

Ano: 2024

Performance/ instalação 

HYBRID33

CLARO-ESCURO

O CLARO-ESCURO se revela através da instauração de Jean Smekatz, um artista que se imerge na luz e na sombra.

A penumbra, o tempo parece esvair-se brevemente, até que quatro lâmpadas emergem do silêncio, preenchendo o ambiente em sua aura. Um quadrado de iluminação defronta-se ao espectador, um santuário místico onde repousam duas telas. Uma soma,e a outra ausência. O artista, à revelia do claro, surge no centro e encontra-se de costas para o abismo.

Ritos de Criação:

Num êxtase cromático, a tinta flui da ponta do bastão, forjando linhas e preenchendo espaços na antítese da tela. Um dueto entre gestos pictóricos e a alquimia do improviso ecoa, um balé de manchas que se originam na obscuridade e se inscrevem na luminosidade.

Tempo Suspendido:

O éter da pintura expandida transcende a efemeridade, sustentado por um período em que parece suspenso no tempo-espaço.

hybrid33_smekatz_ foto 1.JPG
Claro - escuro
ato II

Artista : Jean Smekatz

Título: Claro - escuro | ato II.

Ano: 2022/2023

Performance/ instalação 

bottom of page